Etiqueta: idw

Sugestões #59

Vasco

De volta com mais sugestões já para preparar o Verão e as férias. A destacar Weirdworld por Jason Aaron e Mike Del Mundo na Marvel, Nanjing: The Burning City HC por Ethan Young na Dark Horse, Bachus Omnibus Edition Vol. 01 por Eddie Campbell na IDW, Starve por Brian Wood, Danijel Zezelj e Dave Stewart na Image e Tokyo Ghoul Vol. 01 por Sui Ishida na Viz.
Aproveito para lembrar que no próximo dia 2 de Maio vamos celebrar o Free Comic Book Day — basta aparecer para receber dois comics grátis —, também a inauguração da exposição Intervalos, Lacunas e Imagens em Falta (evento no Facebook) de Nuno Sousa, conversa e sessão de autógrafos com Marco Mendes, o retomar das nossas edições “small press”, a presença de Esgar Acelerado, Crú e Chaputa! Records, Sama com novo livro… Não faltem!

Marvel para assinatura

Thors #1

Por Jason Aaron e Chris Sprouse. Os Thors de todas dimensões juntos como polícias cósmicos! Onde houver confusões no Battleworld, os Thors estarão lá para resolver e pacificar. Mas uma série de misteriosos homicídios leva um deles a fazer perguntas que podem destruir toda a realidade!

Amazing Spider-Man: Renew Your Vows #1

Por Dan Slott e Adam Kubert. A última história do Spider-Man. Nem mesmo Spider-Man está seguro nas Secret Wars! Neste novo universo Marvel, Peter Parker, Mary Jane Watson e a filha de ambos têm de fazer enormes sacrifícios para sobreviver, mas o mais importante é que estão juntos. Mas tudo pode acontecer, e o que aí vem será surpreendente!

Weirdworld #1

Por Jason Aaron e Mike Del Mundo.  Bem-vindo ao mais selvagem, mais perigoso canto do universo Marvel. Bem-vindo ao Weirdworld! Um mundo onde as espadas, a magia e a ciência estranha e perversa abundam! Um mundo onde um bárbaro caminha só, numa selvagem e negra missão que atravessa a história da Marvel.
O seu nome é Arkon, um homem perdido num mundo perdido. Segue-o se tiveres coragem!

Future Imperfect #1

Por Peter David e Greg Land. O Maestro governa, mas existem aqueles que o desejam destronado! Qual é o papel de Ruby Summers neste plano de uma perigosa rebelião?
Será que os rebeldes encontraram Odin como aliado contra o Maestro? Que a guerra comece!

Guardians of Knowhere #1

Por Brian Michael Bendis e Mike Deodato. Uma única lua orbita Battleworld, mas não nenhuma lua. É uma estação espacial, é Knowhere! A cabeça de um Celestial morto, de alguma forma salvo no colapso universal, uma colónia onde abundam criminosos e condenados. A galáxia pode ter ido pelo buraco negro abaixo, mas não significa que não existam lugares que precisam de heróis. Lugares que precisam de campeões, que precisam de Guardians.

DC

Fables Vol. 22

Por Bill Willingham, Mark Buckingham e companhia. Este é último número de Fables, o número 50. Este é igualmente o último volume de Fables, o volume 22. Confuso? É muito simples!
É na verdade uma graphic novel original, com cerca de 150 páginas, com as últimas aventuras de Fables que é em simultâneo o comic #150 da série e o volume 22 das compilações. Um fim tremendo para um título que marcou os últimos dez anos da DC/Vertigo pelo genial Bill Willingham. A não perder!

DC para assinatura

Earth 2: Society #1

Por Daniel H. Wilson e Jorge Jimenez. Os sobreviventes de Earth-2 na guerra com Apokolips encontram-se num novo mundo, mas poderá Green Lantern, Power Girl, o novo Batman e os outros heróis criar um mundo melhor que o anterior, ou será que as interferências e boas intenções vão condenar este mundo como o anterior?

Dark Horse

Nanjing: The Burning City HC

Por Ethan Young. Após o bombardeamento ter terminado, o exército Imperial Japonês conquistou a capital chinesa de Nanjing. Agora os gritos ecoam nos escombros, enquantos dois soldados chineses, encurralados na cidade, tentam escapar. O que eles encontram será fonte de pesadelos, mas na face do horror, eles aprendem que a resistência e a coragem não podem ser destruídas.

Dark Horse para assinatura

Black Hammer #1

Por Jeff Lemire e Dean Ormston. Em tempos eles foram heróis. Mas a era dos heróis já passou. Banidos da existência devido a uma crise multiversal, os velhos campeões da cidade de Spiral, Golden Gail, Abraham Slam, Colonel Weird, Madame Dragonfly e Barbalien, agora têm vidas mais simples numa cidade rural onde o tempo não passa. Mas enquanto eles tentam encontrar um caminho de volta a casa, os problemas têm uma forma única de encontrar os heróis onde eles possam estar.

Mulan: Revelations #1 (de 4)

Por Marc Andreyko e Micah Kaneshiro. Embora o futuro esteja repleto de maravilhas tecnológicas, apenas uns poucos podem ter acesso a elas. Enquanto um novo vírus alastra entre ricos e pobres, ameaçando toda a humanidade, uma guerreira é despertada para destruir os responsáveis por este mal. Séculos depois de uma antepassada com o mesmo nome ter lutado pela China, uma nova Mulan foi escolhida pelos antigos imortais chineses para a batalha final pela sobrevivência do mundo!

Image para assinatura

Starve #1

Por Brian Wood, Danijel Zezelj e Dave Stewart. Em tempos um dos chefes mais famosos do mundo, Gavin Cruikshank vive num exílio auto-imposto. O seu programa televisivo evoluiu desde então para Starve, uma arena desportiva que lança chefe contra chefe, para o prazer dos seus patrocinadores super-ricos. Esta é uma nódoa numa profissão em tempos nobre e o chefe Gavin está pronto para ir para a guerra e terminar com Starve. Apenas dois obstáculos no seu caminho: o seu grande adversário Roman Algiers e sua filha adulta, Angie, que provavelmente quer o seu pai de volta e a comportar-se normalmente.

8House: Archlight #1

Por Brandon Graham e Marian Churchland. Uma nobre da casa de sangue tem a sua mente presa num estranho corpo-raiz. Ela esconde-se nas fronteiras do seu reino, até que ela descobre que o monstro extra-terrestre, que se passa por ela, regressou.

Tales of Honor: Bred to Kill #1

Por Matt Hawkins e Linda Sejic. O tio de Honor Harrington, uma vez visto a investigar uma estação espacial ao estilo de LAs Vegas, pelos seus de escravos genéticos Mesan, está agora desaparecido. Honor tira uma licença da frota de Manticore, para o encontrar nos dominios do território Solarian.

IDW

Bacchus Omnibus Edition Vol. 01

Por Eddie Campbell. A obra épica de Eddie Campbell, que atravessa uma década de trabalho, mais de mil páginas e vários milénios de consumo de álcool. Com uma mistura delicada de acção, comédia, suspende e o épico, Bacchus apresenta os deuses e mitos da Grécia antiga na vida moderna. Um mito dos comics novamente tornado realidade numa edição antológica!

Boom! Studios para assinatura

Fiction #1 (de 4)

Por Curt Pires e David Rubin. Quatro amigos de infância descobrem uma estranha caixa com livros, que lidos em voz alta, os transporta para belos mundos imaginários descritos neles. Mas quando um deles desaparece, os outros três juram nunca revelar onde estiveram e o que viram. Anos mais tarde, quando um dos miúdos, agora adulto, desaparece misteriosamente, cabe aos outros dois procurar nos livros poeirentos para descobrir o seu paradeiro e o que aconteceu ao seu amigo anos atrás.

Drawn and Quarterly

Showa: A History of Japan Vol. 04: 1953-1989

Por Shigeru Mizuki. O último volume da obra-prima de Shigeru Mizuki, um relato histórico e autobiográfico do Japão no período Showa, em que vemos retratado o Japão no pós-guerra, reduzido a escombros, que luta para se re-erguer. O antigo inimigo Estados Unidos, torna-se o seu maior aliado, ao injectar dinheiro, cria empregos e oportunidades no Japão, na esperança de estabelecer o país como travão contra o expansionismo do comunismo soviético. O Japão reinventa-se, emergindo como um potentado económico. Eventos como os Jogos Olímpicos de Tóquio e a Feira Mundial apresentam um Japão pacifico ao mundo, mas neste período de paz e abundância, esconde uma população que tenta ultrapassar a devastação da II Guerra Mundial.

Viz

Tokyo Ghoul Vol. 01

Por Sui Ishida. O tímido Ken Kaneki está entusiasmado com o encontro com a bela Rize. Mas ele descobre ela está apenas interessada em comer o seu corpo. Literalmente falando. Quando um salvamento moralmente questionável o transforma num híbrido meio humano meio Ghoul, Ken é atraído para um mundo negro e violento dos Ghouls, que existe em paralelo com o humano. O título mais aguardado em mangá, finalmente chegou ao ocidente.

Sugestões #54

Previews, Marco e Vasco

Com os olhos em 2015, venho com boas sugestões para o início do próximo ano, a destacar Star Wars #1 por Jason Aaron e John Cassaday na Marvel, Conan/Red Sonja #1 por Gail Simone, Jim Zub e Dan Panosian na Dark Horse, Millennium #1 por Joe Harris e Colin Lorimer na IDW e Dying and the Dead #1 por Jonathan Hickman e Ryan Bodenheim na Image.
Se por acaso forem à Comic Con Portugal, temos livros (Saga, Y: The Last Man…) de vários autores presentes, que poderão depois levar para autografar.
Ano Novo! Muitas leituras novas! E aproveitem para passar na livraria com muitas novidades, escolhas e ideias para o Natal. Boas leituras!

Marvel para assinatura

Uncanny Avengers (Vol. 2) #1

Por Rick Remender e Daniel Acuña. Das cinzas do Axis surge uma nova equipa de Avengers. A tragédia no fim do Axis deixou os Uncanny Avengers vulneráveis e alguém se vai aproveitar. Um dos mais antigos adversários dos Avengers com um terrível segredo, que irá despedaçar a vida de dois membros da equipa. O que é a Counter-Earth? E que terríveis segredos contém?

Star Wars #1

Por Jason Aaron e John Cassaday. Luke Skywalker e o grupo de rebeldes lutam contra o Império Galáctico após a sua maior vitória até à data, a destruição da Death Star. Mas o Império não está derrotado, ainda! Junta-te a Luke, Leia, Han Solo, Chewbacca, os droides R2-D2 e C-3PO e a Aliança Rebelde na batalha pela liberdade contra as forças de Darth Vader e do seu mestre o Imperador Palpatine.

Ant-Man #1

Por Nick Spencer e Ramon Rosanas. Scott Lang nunca foi o melhor super-heroi do mundo. A maioria da pessoas nem acham que ele foi o melhor Ant-Man! E o seu antecessor inventou o Ultron e juntou-se aos Masters of Evil, o que é dizer muito. Mas quando o Superior Iron Man oferece uma oportunidade única na vida, Scott vai ter a chance para mudar tudo e ser o herói que sempre sonhou ser.

Wolverines #1

Por Charles Soule e Nick Bradshaw. Wolverine pode estar morto, mas o que irá acontecer aos seus restos mortais encerrados em algo tão raro e poderoso como o Adamantium? A batalha pelo controlo deste valioso artefacto começou. Mas porque é tão importante e porque está uma guerra em nome de Logan a ser despoletada? A morte estará presente para inúmeros heróis e vilões e Mystique manipula-os a todos no “xadrez” letal, onde se incluem X-23, Sabretooth, Daken, Lady Deathstrike entre outros. Assassínio, mutilação, traição e trauma, ninguém será poupado!

DC para assinatura

Superman #38

Por Geoff Johns, John Romita e Klaus Janson. Um número especial que apresenta um novo fato, novos poderes e novos amigos e inimigos! E pelo meio temos Batman, um novo rumo na vida de Superman e a chocante decisão de Clark Kent!

Fables: The Wolf Among Us #1

Matthew Sturges, Stephen Sadowski, Travis Moore e companhia. Bigby Wolf já viu muito como xerife de Fabletown, mas nada o pode preparar para isto. Tudo começa com uma simples altercação doméstica, mas quando Bigby descobre que o seu velho adversário, Woodsman, que tem um machado para usar, é parte da situação, as coisa vão rapidamente pelo “bueiro abaixo”. E como irá Bigby e Snow White manter a calma para resolver o caso, quando estão envolvidos num grotesco mistério de homicídio?

Dark Horse para assinatura

Conan/Red Sonja #1

Por Gail Simone, Jim Zub e Dan Panosian. Numa aventura ao longo de múltiplas eras nas vidas destes personagens clássicos, Conan e Red Sonja tornam-se aliados para derrotar um padre-feiticeiro, cuja missão é criar uma nova idade das trevas!

Image

Criminal Special Edition (One-Shot)

Por Ed Brubaker, Sean Phillips e Elizabeth Breitweiser. Estamos em 1976 e Teeg Lawless está a cumprir uma pena de 30 dias na prisão com a cabeça a prémio. A única companhia e escape de todo o perigo é um velho comic usado deixado pelo seu falecido colega de cela.

Image para assinatura

Dying and the Dead #1

Por Jonathan Hickman e Ryan Bodenheim. Um assassínio num casamento revela um segredo com 50 anos. A grande custo, um homem tem a oportunidade de salvar a sua mulher em estado terminal. Uma tribo perdida renasce noutro tempo. O que aparentemente são eventos dispares forçam relíquias da grande geração a juntarem-se uma última vez.

IDW para assinatura

Millennium #1

Por Joe Harris e Colin Lorimer. Quinze anos atrás, o fim do mundo, o antecipado evento Millennium foi evitado graças aos esforços de Frank Black e dos agentes do FBI Fox Mulder e Dana Scully. Ou será que foi? Os poderes psíquicos de Frank mostram-lhe que o mal tem continuado a crescer sem controlo no mundo e ele está a fazer o seu melhor para o ignorar. Mas assim que o grupo Millennium reaparece e retomam a sua missão para encontrar Jordan, a filha de Frank, vai levá-lo para o meio da confusão quer ele o deseje ou não!

First Second

Olympians Vol. 07: Ares, the Bringer of War

Por George O’Connor. O mito continua no décimo ano da lendária guerra de Tróia, onde dois temíveis deuses da guerra travam batalha. O centro das atenções é Ares, Deus da Guerra, e a sua batalha com a inteligente e poderosa Athena. Com o culminar da batalha e os deuses a testarem-se um ou outro, a morte entre os humanos aumenta. Quem irá vencer o confronto de poder? E quantos terão de morrer primeiro?

Diversão no parque

A relação entre a banda desenhada e a temática policial é quase tão antiga como os próprios quadradinhos.

Parker, de Darwyn Cooke, é um dos mais recentes exemplos de sucesso.

Entre aqueles que inauguraram esta relação, dois dos mais significativos são Dick Tracy1 e Secret Agent X-92

Não sendo intuito deste artigo debruçar-se exaustivamente sobre a banda desenhada de temática policial, não consigo deixar de citar mais quatro obras paradigmáticas, embora díspares em termos de origem geográfica, público-alvo e conceitos. São elas Ric Hochet3, as adaptações efectuadas por Jacques Tardi (1946-)4, Sin City5 e Julia6.

Parker: Slayground

Parker: Slayground

Parker: Slayground

Parker: Slayground

Parker: Slayground

Richachard’s Stark’s Parker: Slayground

De Darwyn Cooke. Mas entremos – finalmente! — em Parker, que a introdução já vai longa. Contrariamente ao que é mais habitual na temática policial, Parker é um criminoso, que se distingue pelos golpes, geralmente levados a cabo em grupo, cuidadosamente seleccionados e preparados — o que não é sinónimo de que tudo resulte da forma que foi imaginada, para bem da história.

Longe dos conceitos de anti-herói ou de criminoso sedutor, Parker é insensível, determinado, sem ser partidário da violência mas não tendo pejo em utilizá-la, e distingue-se pela forma fria e calculista como passa pelas histórias, abdicando de amigos ou de sócios do momento, em nome do seu bem-estar e dos objectivos — quase sempre dinheiro – que se propôs.

Criação literária de Donald Edwin Westlake (1933–2008)7 as histórias protagonizadas por Parker são apelativas pela forma como equilibram acção, suspense e emoção, em doses não equitativas, pela originalidade das situações criadas e pelos desvios surpreendentes à linha narrativa originalmente explanada.

Isso foi transposto com fidelidade para a BD por Darwyn Cooke, que teve a capacidade – nem sempre presente quando se trata de adaptações – de transpor o espírito do original para as suas pranchas ao mesmo tempo que exibe as características próprias do novo suporte; ou seja, no Parker da BD não há longas transcrições/versões do texto original, pelo contrário Cooke aposta claramente no predomínio narrativo do desenho, como aliás fica evidente — de forma muito marcada – no livro que hoje me ocupa, complementada com monólogos/diálogos sóbrios, contidos e incisivos, que contribuem para que o leitor tenha de mergulhar nas pranchas para usufruir plenamente do que se desenrola perante os seus olhos.

Slayground – o quarto volume de Parker, versão Darwyn Cooke – retoma um romance de 1971 que, de alguma forma, explora de forma original o conceito de narrativa em espaço fechado, uma vez que a maior parte da acção decorre no interior de um parque de diversões encerrado durante o Inverno – por isso sob neve e frio intenso. O recurso ao azul acinzentado como única cor a compor e a dar volume ao traço preto, contribui para reforçar a sensação de frio e ajudar o leitor a embrenhar-se mais no ambiente pretendido, ao mesmo tempo que de certa forma lhe confere um tom retro que a aproxima da época anos 1960/1970 — em que a acção se passa.

O início deste tomo — leia-se quase uma vintena de páginas — é magnífico, com um assalto a uma carrinha blindada e consequente fuga de Parker e dois parceiros, a serem narrados (quase) sem recurso a palavras, numa planificação com vinhetas desprovidas de contornos que parecem tornar maior o espaço – aumentando a área branca, de neve… — em que as cenas se desenrolam. Em complemento, Cooke acrescenta sucessivas mudanças de ritmo, como é o caso do despiste subsequente (quase) em câmara lenta, que contrasta com a perseguição em alta velocidade que até aí decorria, aumentando a adrenalina do assalto que ainda pulsava.

Sobrevivente em fuga com parte do produto do roubo, Parker refugia-se – numa armadilha sem saída…? — no tal parque de diversões encerrado, onde se verá envolvido com gangsters à procura de dinheiro fácil e polícias corruptos, num relato cujo móbil, com o correr das páginas, passará a ser a vingança.

Por influência (?) do espaço em que tem lugar e/ou devido a alguns dos estratagemas a que Parker recorre, a verdade é que a narrativa – apesar dos momentos de tensão e da violência que lhe são inerentes – acaba por assumir um (surpreendente) tom de quase diversão que, a par com o limitado cenário de acção, são as principais notas distintivas de Slayground.

Hesitei em incluir estas últimas linhas – porque o texto já vai longo — mas acabei por considerar que fazem, todo o sentido.

Este tomo fecha com a adaptação de The Seventh (narrativa de 1966), uma história curta de uma dezena de pranchas que parece contrariar o que atrás escrevi, pois há um (quase) excesso de texto de apoio para contextualizar a (curta) acção que nos é descrita, mas, no entanto, a opção de Cooke não poderia ter sido outra para fazer funcionar o ‘gag’ final que justifica o título – e fazer a ligação com Slayground pela utilização do humor, negro.

  1. Criação de Chester Gould (1900-1985), estreou-se no Chicago Tribune a 4 de Outubro de 1931; apesar do seu traço caricatural, pode ser considerado um dos mais duros e violentos registos policiais em BD. []
  2. Detective antes de se distinguir como agente do FBI, o agente secreto X-9, que o Jornal de Notícias publicou durante décadas, surgiu a 22 de Janeiro de 1934, no Evening Journal. Era escrito pelo romancista Dashiel Hammett (1894-1961), criador do detective Sam Spade e do aventureiro Continental Op, que serviram de inspiração para este herói de BD. O desenhador era Alex Raymond (1909-1956), que anos depois, em 1946, criaria um outro detective de referência: o fleumático Rip Kirby. []
  3. Publicado em profusão nas páginas da revista Tintin portuguesa, Ric Hochet estreou-se na sua congénere belga em 30 de Março de 1955; curiosamente, as suas primeiras histórias eram contos ilustrados que, antes do desfecho, desafiavam o leitor a descobrir o criminoso. Os seus criadores foram André-Paul Duchateau (1927-), também autor de dezenas de romances policiais, e Tibet, pseudónimo de Gilber Gascard (1931-2010). []
  4. A partir dos romances policiais do francês Léo Mallet (1909-1996), protagonizados pelo detective Nestor Burma. []
  5. Policial negro, hiper-violento, escrito e desenhado por Frank Miller desde Abril de 1991, quando a primeira história curta foi publicada na revista Dark Horse Presents Fifth Anniversary Special. []
  6. Ou J. Kendall – Aventuras de uma criminóloga na versão brasileira da Mythos Editora que é distribuída em Portugal. Criação de Giancarlo Berardi para a Sergio Bonelli Editore, surge mensalmente em Itália desde Outubro de 1998. []
  7. Escritor norte-americano, responsável por mais de uma centena de livros de temática variada, mas em que se destacam os de cariz policial. Estreou Parker em 1962, em The Hunter, tendo-o levado a protagonizar outras 16 histórias até 1974; promoveu o seu regresso em 1997, para mais 7 livros. []

Sugestões #51

Star Wars: X-Wing
Em primeiro plano a nave de transporte GR-75 do X-Wing: Rebel Transport Expansion Pack, que também inclui um X-Wing de escolta.

Sugestões para aquecer os ânimos no já no próximo Outono, a destacar Avengers and X-Men: Axis por Rick Remender e Adam Kubert, Guardians 3000 #1 por Dan Abnett e Gerardo Sandoval na Marvel, Colder: Bad Seed #1 por Paul Tobin e Ben Stenbeck na Dark Horse, Wytches #1 por Scott Snyder e Jock na Image e War Stories #1 por Garth Ennis e Matt Martin na Avatar. E aproveitem para passar por cá que temos muitas novidades e muitas sugestões na livraria ideal para levar para as férias. Também começam a haver batalhas regulares de Star Wars: X-Wing, aproveitem para aprender. Boas Leituras!

Marvel para assinatura

Avengers and X-Men: Axis #1 (de 9)

Por Rick Remender e Adam Kubert. O Red Skull explora ao máximo as habilidades do maior telepata do mundo para transmitir ódio puro por todo o globo. Agora, nascida do assassínio da Charles Xavier, a World War Hate começa. Tony Stark descobre uma verdade secreta, que irá virar do avesso a sua vida, como a vida de todos aqueles que ele gosta. Podem os Avengers e os X-Men finalmente unirem-se? Será que a sua força combinada, suficiente para deter o poder do Red Onslaught? Magneto matou o homem errado, libertando o maior mal que o universo Marvel alguma vez conheceu. Agora Rogue e a Scarlet Witch são as únicas que o podem deter.

Thanos: A God Up There Listening #1 (de 4)

Por Rob Williams, Neil Edwards e companhia. No final da saga Infinity, Thane descobre que é filho de Thanos, e que o seu toque é a morte. Agora acompanhado por Ebony Maw e os seus conselhos sussurrados, ele quer descobrir a história do seu pai e o seu próprio futuro.

Guardians 3000 #1

Por Dan Abnett e Gerardo Sandoval. Mergulha no meio da acção com os Guardians of the Galaxy originais enquanto eles tentam salvar o universo da ameaça dos Badoon. Mas o que acontecerá quando Vance Astro, Yondu, Martinex, Starhawk e Charlie-27 descobrem algo por detrás dos Badoon, algo pior do que alguma vez podiam imaginar? O futuro está em perigo e a única possibilidade de salvação reside neste grupo improvável de heróis!

Thor #1

Por Jason Aaron e Russell Dauterman. O lendário martelo Mjolnir está na Lua, sem que ninguém o consiga levantar! Nem mesmo Thor! Algo de sombrio afecta o deus do trovão, deixando-o de ser digno de Mjolnir.
Mas agora os gigantes de gelo invadem a Terra, o martelo será erguido e um novo Thor surgirá. Um Thor como nunca visto! Quem é a nova Deusa do Trovão? Nem Odin sabe!

DC para assinatura

Vertigo Quarterly: Yellow #1

Por Steve Orlando, Philip Bond e companhia. Na altura do Outono chega Vertigo Quarterly: Yellow! Uma antologia de vários contos, por alguns dos melhores autores da actualidade numa experiência de associação de palavras e conceitos como só a Vertigo pode fazer.

Dark Horse para assinatura

Alien Vs. Predator: Fire and Stone #1 (de 4)

Por Christopher Sebela e Ariel Olivetti. Enquanto a tripulação mercenária da nave Perses deixa para trás o horror de LV-223, um passageiro revela um novo perigo. E a tripulação cedo descobre estar no meio de uma luta mortal entre Predator e presa!

Baltimore: Wolf and the Apostle #1 (de 2)

Por Mike Mignola, Christopher Golden e Ben Stenbeck. Quando agentes da Inquisição vêm para destruir um lobo, que costumava ser um dos seus homens, eles não têm hipóteses sem o aliado definitivo: Baltimore!

Colder: Bad Seed #1

Por Paul Tobin e Juan Ferreyra. A vida continua para Declan Thomas depois do seu encontro letal com o psicótico Nimble Jack, mas os seus poderes continuam a desenvolver-se, oferecendo-lhe uma profunda ligação com a natureza da insanidade. Mal ele sabe que o malévolo Swivel deseja continuar o que o Nimble Jack começou!

Aliens: Fire and Stone #1

Por Chris Roberson e Patric Reynolds. Durante um violento ataque de xenomorfos, o engenheiro de terraformação Derrick Russell lidera um grupo de sobreviventes desesperados numa nave mineira. Eles esperam escapar às criaturas que destruíram a colónia, mas terão de enfrentar horrores tanto no espaço, como no estranho planeta onde se despenham.

Image

East of West: The World (One-Shot)

Jonathan Hickman e Nick Dragotta. O número especial que contém toda a informação referente ao mundo de East of West, parte atlas, parte enciclopédia, parte guia cronológico e resumo.
Para melhor entender o complexo e intricado universo criado por Jonathan Hickman.

Masterplay (One-Shot)

Por James Harvey. Um jovem decide abandonar a sua namorada, depois de ser submetido a uma técnica médica revolucionária, que modifica drasticamente o aspecto físico do corpo humano. Será que modificar a aparência física modifica o interior das pessoas?

Image para assinatura

Wytches #1

Por Scott Snyder e Jock. Ao longo dos séculos, em todo o mundo, homens e mulheres foram queimados, afogados, torturados, aprisionados, perseguidos e assassinados por bruxaria. E todos eram inocentes. Eles morreram protegendo um terrível segredo: bruxas, as verdadeiras bruxas estão por aí. Elas são antigas, esquivas criaturas mortíferas, que raramente são vistas. E que ainda mais raramente, se sobrevive a um encontro com elas.

IDW para assinatura

Dungeons and Dragons: Legends of Baldur’s Gate #1

Por Jim Zub e Max Dunbar. Passaram-se muitos anos desde que os heróis originais de Baldur’s Gate salvaram a cidade e os reinos. Agora uma nova ameaça surge e um improvável grupo de inadaptados são lançados numa aventura com Minsc, o lendário Ranger benfeitor, com um coração de ouro, cérebro de chumbo e um hamster de elevada sabedoria.

Avatar para assinatura

War Stories #1

Por Garth Ennis e Matt Martin. Novas histórias de guerra pelo génio de Garth Ennis, em que espelha com grande detalhe os horrores da guerra. A primeira história é sobre os primeiros pilotos de bombardeiros e as suas missões extremamente difíceis.

Vertical para assinatura

Witchcraft Works Vol. 01

Por Ryu Mizunagi. uma comedia romântica com elementos de fantasia sobrenatural. Passado nos tempos modernos, onde a magia e poderes sobre-humanos moldam a vida dos alunos de uma escola.